Arts & Culture

20 pages
84 views

CONTRIBUTO PARA O ESTUDO DA NEOLITIZAÇÃO NO ALENTEJO CENTRAL: O POVOAMENTO MAIS ANTIGO NA ÁREA DE MORA (PORTUGAL)

Please download to get full document.

View again

of 20
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Description
The archaeological sites of Barroca 1 and Chaminé 3, located near the river Raia, were identified in 2005 by Leonor Rocha and Manuel Calado, in the work done on the preparation of the Archaeological Sites of the municipality of Mora (Calado, Rock and
Transcript
  SCIENTIA ANTIQUITATIS.  Nº 1. 2017  SCIENTIA ANTIQUITATIS    ESTRATÉGIAS DE POVOAMENTO: DA PRÉ-HISTÓRIA À PROTO-HISTÓRIA  SCIENTIA ANTIQUITATIS.  Nº 1. 2017                                                                                                                                                                                                                                               SCIENTIA ANTIQUITATIS.  Nº 1. 2017  CONTRIBUTO PARA O ESTUDO DA NEOLITIZAÇÃO NO ALENTEJO CENTRAL: O POVOAMENTO MAIS ANTIGO NA ÁREA DE MORA (PORTUGAL) Leonor Rocha 1   Resumo: Os povoados da Barroca 1 e da Chaminé 3, localizados junto à várzea da ribeira da Raia, foram identificados em 2005 por Leonor Rocha e Manuel Calado, no âmbito dos trabalhos realizados com vista à elaboração da Carta Arqueológica do concelho de Mora (Calado, Rocha e Alvim, 2012). Nos anos de 2006 e 2007, as sondagens realizadas nos dois povoados trouxeram novos dados sobre o povoamento e a relação Mesolítico/Neolítico desta região. Apesar de se tratar de locais muito perturbados por sucessivos episódios de afetações de carácter agrícola/florestal, a estratigrafia observada e os materiais recolhidos apontam para uma ocupação que se terá iniciado no Mesolítico e terminado algures no Neolítico médio. Palavras-Chave: Mesolítico; Neolítico; Povoamento; Mora  Abstract: The archaeological sites of Barroca 1 and Chaminé 3, located near the river Raia, were identified in 2005 by Leonor Rocha and Manuel Calado, in the work done on the preparation of the Archaeological Sites of the municipality of Mora (Calado, Rock and  Alvim, 2012). In 2006 and 2007, surveys carried out in two sites brought new data on the settlement and the relationship Mesolithic / Neolithic this region. Although it places very disturbed by successive episodes of affectations of agricultural / forest character, the stratigraphy observed and materials collected indicate un occupation that have started in the Mesolithic and finished somewhere in the middle Neolithic. Key-words: Mesolithic; Neolithic; Settlements; Mora                              SCIENTIA ANTIQUITATIS.  Nº 1. 2017  1.    A  NTECEDENTES   O estudo da génese e evolução das primeiras sociedades camponesas tem, à semelhança dos trabalhos realizados sobre outras cronologias, passado por diferentes etapas que se traduziram, nuns casos pelo aumento significativo dos dados conhecidos e, noutros, por uma estagnação da própria investigação sobre o tema.  Este início do séc. XXI traduz-se por uma época de grandes descobertas científicas que vêm pôr em causa o que se encontrava, de certa forma, estabelecido devido sobretudo aos trabalhos que se têm vindo a realizar no âmbito das grandes obras públicas e privadas. Mas, paradoxalmente, à medida que se fazem mais trabalhos no interior e se obtêm mais datações, mais complexo se parece apresentar o problema. De facto, o estudo do Neolítico do interior, não pára de nos surpreender pela diversidade e complexidade de estruturas, o que vem colocar em causa não só as capacidades tecnológicas destas sociedades, como também a sua evolução, desde o Mesolítico.  As recentes escavações de sítios do Neolítico antigo localizados quer no litoral, como a Amoreira (Muge), Cova da Baleia (Mafra) e Salema (Santiago do Cacém), quer do interior, como o Habitat do Reguengo (Alter do Chão), Barroca 1 (Mora), Xarez 12 (Reguengos de Monsaraz) e Defesa de Cima 2 (Évora) são exemplos desta complexidade devido à existência de estruturas de combustão e/ou armazenagem, buracos de poste, empedrados, estruturas negativas/ silos (algumas das quais revestidas a cerâmica), estruturas circulares, etc. (Diniz, 2003; Gonçalves, 2003; Oliveira, 2006; Santos e Carvalho, 2006; Soares e Silva, 2003; Sousa, 2008) que, nalguns sítios, poderá ainda recuar ao mesolítico. No que diz respeito ao povoamento mais antigo no concelho de Mora, a relação dos povoados da Barroca 1 e Chaminé 3 (Rocha, 2009a, 2009b; Alvim, 2012; Calado, 2012a, 2012b), com o recinto megalítico das Fontaínhas e as sepulturas proto megalíticas da Barroca (atualmente destruídas), parece indiscutível, atendendo à paisagem em que se inserem (Mapa 1).  SCIENTIA ANTIQUITATIS.  Nº 1. 2017  Fig. 1. Contexto arqueológico e paisagístico dos povoados de Barroca 1 (1) e Chaminé 3 (2). Cartografia: Pedro Alvim. 2.   C ONTEXTOS ARQUEOLÓGICOS :  SÍTIOS E CARACTERÍSTICAS    Barroca 1 O povoado da Barroca 1 situa-se nas proximidades da vila de Mora (Folha 394/395 CMP 1: 25000) e foi identificado por L. Rocha e M. Calado em 2005, no decorrer dos trabalhos de prospecção arqueológica na área envolvente ao recinto megalítico das Fontaínhas (Mapa 1). O povoado que aparentemente se estende por uma área de cerca 20 ha (atendendo aos vestígios existentes à superfície), numa lomba suave, perpendicular ao
Related Documents
View more...
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x